quinta-feira, 19 de setembro de 2013



O decano literalmente nos DEU UM CANO. Esperou até o último instante para nos apunhalar. Apunhalou uma sociedade humilhada, cansada, massacrada pela força poderosa e devastadora dos corruptos. Deixou para sua história e da mais alta Corte de nosso país, um exemplo triste que certamente irá envergonhar seus descendentes por muitas gerações. Como um otimista irrecuperável acreditei até o ultimo instante que o Brasil teria uma chance. Ledo engano. Perdemos mais uma vez. Paciência. Esse gesto certamente não é da MÃO NA CONSCIÊNCIA, na verdade ele se preparava pra oferecer solenemente seu de DEDO ao povo brasileiro. Um dia descobriremos quanto custou esse tresloucado voto do ministro que gastou 2 horas e 10 minutos justificando o injustificável.

Nenhum comentário: