sábado, 22 de agosto de 2015

MESTRE SANTANA


Gerinaldo Moura da Silva
Ocupante da Cadeira número 21 da ACLA - Academia Ceramirinense de Letras e Artes.

O mestre/escultor Santana, nasceu no município de Pedro Velho, aos 18 dias do mês de fevereiro de 1964. Seu nome de registro é Antonio Santana de Lima. Casou-se com Luci Silva de Lima (in memoriam) tendo, desse casamento dois filhos: Lorayne Kelly Silva de Lima e Yogo Silva de Lima. 
O escultor Santana é conhecido por seu estilo, inicialmente, de peças em miniaturas, partindo do sacro para o erótico. Entretanto, os orixás são presenças permanentes nas suas produções artísticas. O artista caminha pelas ruas de nossa cidade com um pedaço de madeira tosca nas mãos e, de sua mente brilhante e criativa, vão surgindo os contornos desejados que o mesmo vai dando formas, e as personagens aparecem devagar enchendo a vista de todos que as contemplam.

Esse trabalho teve início ainda quando o mesmo tinha 14 anos, conforme ele declarou ao Jornal “Tribuna do Norte”, em entrevista, no ano de 1996.
Santana tornou-se bastante conhecido em vários estados brasileiros, bem mais do que em Ceará-Mirim. Mesmo assim, sempre prestigiou os mais diversos eventos culturais e artísticos de nossa cidade, para os quais fora convidado em escolas, bibliotecas, praças públicas, etc.

Muitas de suas esculturas tornaram-se famosas pela peculiaridade. Dentre elas, podemos destacar “A Santa Ceia”, uma miniatura que, para ser vista com perfeição, tem que se usar uma lupa; “A Medusa”; LAMPIÃO CAVEIRA; O HOMEM RENDEIRO E O CANGAÇO, que fazem parte de seu catálogo espalhado pelo mundo em revistas, jornais e nas redes sociais.
Santana vem se destacando nos vários eventos de que participou pelo país afora, dentre os quais, elencamos os seguintes:
– FIART, desde a sua criação, em 1994 – 20 anos de Feira Internacional de Artesanato.
– Salão de Artes Plásticas – Natal, 1995
– Festa do Boi – Parnamirim, 1998.
– Feira “Brasil Mostra Brasil” – João Pessoa/PB, 2000 a 2004
– Multifeira – João Pessoa/PB, 2000 a 2005.
– Multifeira – Natal/RN, 2000 a 2005
– I Feira de Turismo de Natal – Natal, 2002.
– Espanha – Mostra Nordeste – Brasília/DF, 2002
– Multifeira – Cuiabá/MT, 2004.
– Festa dos Estados – Brasília/DF, 2004.
– I Festa de São João do Nordeste: “São Paulo de Todos os Nordestinos”! – São Paulo/SP, comemoração dos 450 anos da cidade – São Paulo/SP/2004.
– II Mostra RN – Natal, 2006.
– XII Congresso brasileiro de Folclore – CEFET. Natal, 2006.
– II Salão de Turismo no Anhembi – São Paulo/SP, 2007.
– I Mostra Nacional de Desenvolvimento regional – Salvador/BA, 2009.
– III Feira de Negócios da Região do Mato Grande – João Câmara/2009
– I Mostra de Artes Visuais de Ceará-Mirim, promovida pela ACLA, na Capitania da Artes. Natal 2011.
– Agosto da Alegria – Natal, 2011.
– Salão Nordeste de Arte Popular “Chico Santeiro” – Natal/2011.
– I Seminário de Cultura da Região Metropolitana de Natal – Natal/2013
– Norte Shopping – Brasília/DF

Santana também foi homenageado em vários eventos, devido ao seu talento e reconhecimento pela produção artística. Congressos realizados em Brasília, Natal, Ceará-Mirim, São Gonçalo do Amarante e no Sambódromo, no Rio de Janeiro, são alguns desses momentos marcantes em sua vida de artista.
Em Ceará-Mirim, Santana participou de exposições coletivas na Biblioteca Pública Municipal Dr. José Pacheco Dantas, organizadas pela Assessoria de Cultura da Prefeitura Municipal; na Escola estadual Interventor Ubaldo Bezerra de Melo; na Secretaria Municipal de Educação; no Museu Nilo Pereira; na Escola de Artes “José Lemos de Oliveira”; no centro esportivo e Cultural; na festa de Nossa senhora da Conceição; no FEST Comércio Ceará-Mirim; no Colégio Santa Águeda e no I Fórum Comunitário do selo UNICEF.
No ano de 1996, durante a apresentação do Plano de Ação Cultural para o município, promovido pela Assessoria de Cultura do Município e da Biblioteca Pública Municipal, Santana participou de uma Exposição Cultural, no “Salão Nobre Ruy Pereira Júnior”.


A revista Geográfica Universal de 1996, traz em suas páginas 74/75 reportagens referentes aos mestres cearamirinenses, Etewaldo Cruz Santiago e Antonio Santana de Lima. Nesse período outros veículos de comunicação também registram a trajetória de Santana, dentre eles destacamos os Jornais Tribuna do Norte, Diário de Natal e “O Litoral”, as revistas “Préa” “Rede da Renda” e “Fatos e Fatos”.
Por ter se tornado um grande colaborador da Biblioteca Pública Municipal Dr. José Pacheco Dantas e do Colégio Santa Águeda, Santana é agraciado com os títulos de “Amigo da Biblioteca” - pela Prefeita Therezinha Mello e “Amigo do CSA” - pela Madre Irmã Regina Pacis.
EXPOSIÇÕES PERMANENTES DE SEUS TRABALHOS 
– Na alta estação – Praia de Muriú e Engenho Mucuripe, Ceará-Mirim.
– Museu da Ribeira, Natal/RN
– Museu Câmara Cascudo, Natal/RN
– Museu de Brasília, Brasília/DF
– Em duas Igrejas de Natal (a da Candelária e no Alecrim) existem obras de sua autoria: um Cristo e um Espírito Santo, respectivamente.
– Com o Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso, uma imagem de São Francisco.
– Com o Ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva, uma “Ceia Nordestina”.
– Com a ex-governadora Wilma Maria de Faria, “A Ceia Cultural”, entre outras obras.

Nenhum comentário: