segunda-feira, 15 de março de 2010

A PRAIA DA PIPA DOS MEUS AVÓS

Olá Ormuz,

Fiquei muito emocionada ao ler o texto que escreveu sobre a sua mãe. Não a conheci muito bem, mas conheço o filho que esteve ao lado da mãe, muitas vezes em silencio, até os seus últimos dias (dela). Ao meu ver, esse fato o torna uma pessoa ainda melhor! É gratificante escrever sobre os nossos pais, para eles, estejam aqui ou ao lado do Criador e para nós mesmos. Lembra que no aniversário de painho eu escrevi que eu não quero sentir “saudade”, pois acho um dos sentimentos mais difíceis, mas infelizmente um dia ela chega... Relembrando a música “´O pedaço de mim, ó metade arrancada de mim... Que a saudade é o revês do parto, é pior do que o esquecimento...
Forte abraco.



Mariana Barbalho.
Currais Novos/RN

Nenhum comentário: