terça-feira, 24 de novembro de 2009

A PRAIA DA PIPA DOS MEUS AVÓS

Ormuz,
Se tem uma coisa que eu adoro e que me faz viajar no tempo é
acompanhar suas postagens sobre a Pipa em seu blog.
Quem viveu e conviveu com a Pipa dos anos 70/80, certamente tem
muita história para contar. A começar pelas festinhas de radiola ao som de
Roberto Carlos; pelas noites de violão e lua cheia, que sempre terminavam
em "loba", iniciada pela dupla Roberto Luiz e Lola; pela paquera que era
consumada com um pedido de "colo"; pelos banhos de mar no final da tarde,
ou até mesmo pelo puxa-puxa de Candinha, da deliciosa fritada de peixe da
casa de Zelminha, pelo "friviado" vendido pelos nativos, pelos perus
arrematados nas festas de São Sebastião, ou até pelas galinhas roubadas nas
casas de Cirene e de Candinha, sempre com o aval dos netos-cúmplices,
Rogério e Danilo Júnior.
Até o cheiro da Pipa era algo especial. Cheiro do óleo Johnson,
que mamãe passava no meu cabelo, do perfume Contouré, do Peixe a Cavala com
pirão, da manga espada. Ah, esse peixe era uma coisa dos deuses... não tinha
restaurante de lugar nenhum que se igualasse ao seu sabor e ao seu cheiro. A
manga espada, então, nem se fala. Além de ser a manga mais gostosa do mundo,
a da Pipa fazia parte do ritual do banho-de-mar.
Para completar todas essas lembranças, não posso deixar de
lembrar da visitinha ao Morro da Cruz, que garantia a volta no próximo
veraneio. Para nós, então, que morávamos em Recife, essa volta era aguardada
durante o ano todo. E, para mim, que sou aniversariante de janeiro, a Pipa
tinha um sabor ainda mais especial. Acordava no dia 17 de janeiro, olhava
para a Pedra de São Sebastião e ganhava um beijo da minha madrinha tão
querida, Neusa Barbalho. Ela sempre tão doce e carinhosa, parecia que
adivinhava os meus gostos em seus presentes, que sempre vinham acompanhados
com um envelope de dinheiro, escrito com uma letra tão perfeita, de
caligrafia vertical: “ À minha querida Afilhada Ana Cristina”. Hoje, aos
seus bem vividos 98 anos, faço questão de retribuir todos os maravilhosos
aniversários em que recebi a sua abênção. Não deixo de visitá-la no dia 7 de
outubro, seu aniversário.
Enfim, Ormuz, quero lhe parabenizar pelo blog e incentivar a
divulgação do mesmo, para que os nossos colegas veranistas compartilhem
também dessa oportunidade de ler tão lindas palavras.
Beijo,

Ana Cristina Felinto de Carvalho
Fone: +55(84)8866.5476
E-mail: ana.cristina@natal.rn.gov.br

Nenhum comentário: