quinta-feira, 7 de agosto de 2008

FALA DE AGRADECIMENTOS DO AUTOR

Inicialmente agradeço as gentis palavras do Prof. Diógenes da Cunha Lima que inclusive nos deu a honra de prefaciar nosso trabalho, como também a do jornalista e escritor Vicente Serejo que muito nos honrou com sua fala. Agradeço também as palavras de Ana Maria Barbalho e a Prefeitura de Goianinha, na pessoa do prefeito Rudson Lisboa, aqui presente, patrocinadora deste evento.
Gostaríamos, igualmente, de agradecer a presença dos senhores e senhoras dizendo da nossa grande satisfação pela possibilidade e oportunidade de estarmos hoje reunindo tantos “parentes” que, na maioria, ainda nem se conhecem. Mesmo não sendo esta a principal finalidade, consiste na mais agradável conseqüência dessa pesquisa.
Esta noite nos será inesquecível, e realmente gratificante para todos que aqui comparecerem. Pois temos a certeza que, de agora em diante, muitas amizades serão iniciadas. Despertaremos para a nova emoção de descobrir parentesco com pessoas conhecidas, com as quais nunca imaginávamos possuir laços familiares, além de outras que a partir de hoje passaremos a conhecer e querer bem.
Os que residem em outras cidades e outros Estados e nos prestigiam com suas presenças, partilham também desse grato desejo de conhecer, outros parentes. Fazemos votos que, de hoje em diante, a exemplo de nossos pais e avós, possamos indagar sobre nossos antepassados nas reuniões em família.
Retomemos essa prática tão construtiva, bastante comum nos lares de ontem, mas totalmente esquecida pelas novas gerações.
Essa pesquisa genealógica que reúne e entrelaça 8 (oito) troncos familiares, começou efetivamente há poucos anos atrás, porém, o desejo latente de fazê-la era bastante antigo. De início não pretendíamos um levantamento genealógico, mas apenas uma recuperação da memória familiar de Goianinha, através de antigas fotografias coletadas junto a parentes.
Entretanto, movidos pela curiosidade de saber quem seriam aquelas pessoas que nos chegavam através das velhas fotos, resolvemos iniciar, sem maiores anseios, mas com muita vontade, essa pesquisa genealógica que hoje, com muito orgulho, entregamos à nossa cidade, ao nosso estado e, por que não dizer, a todos os lugares por onde se tenham espalhado os descendentes do capitão-mor Bento Freire do Revoredo.
Após três longos anos de intensa procura, sentimos chegada à hora de apresentar nossos achados e resultados. Além disso, teremos oportunidade de aperfeiçoar os dados catalogados.
Como a maioria dessas informações são ditadas de memória, a possibilidade de erro estará sempre presente. Para isso contamos com a colaboração de todas as pessoas que tenham acesso a essa pesquisa, e que, eventualmente, deparem com algum dado incorreto. Estaremos sempre abertos para as devidas correções.
Quando optamos por acrescentar, ao nome de cada indivíduo pesquisado, seis (6) anotações pessoais: (data de nascimento, casamento e óbito, também indicando os locais onde ocorreram tais eventos), assumimos o risco de aumentar significativamente a margem de erro. Porém, consideramos essas informações de vital importância para o estudo genealógico, pois além de localizarem os indivíduos nas suas respectivas épocas, determinam com muita propriedade, a rota migratória dos ramos familiares em estudo.
Queremos ainda dizer aos presentes que essa pesquisa somente tornou-se possível porque contamos com a inestimável ajuda de pessoas que acreditaram na sua realização, apesar da triste indiferença de alguns poucos. Um trabalho desta monta, não é possível ser executado por uma única pessoa. Somente com a ajuda desses gentis colaboradores, muitas vezes, ainda nossos desconhecidos, conseguimos juntar, no corpo desse livro, mais de 12.000 almas.
Alguns desses colaboradores, ao longo da pesquisa, ficaram nossos amigos, mesmo sem nunca termos contato pessoal. Uns chegaram a revelar o desejo de haver feito algo semelhante. Outros confidenciaram que, em algum momento de suas vidas, iniciaram trabalho genealógico, infelizmente, não concluído. Todavia movidos pelo mesmo desejo: identificar seus parentes e principalmente seus antepassados.
Anunciamos que duas outras genealogias estão sendo preparadas e serão publicadas separadamente: A Genealogia da Família Fagundes, que deveremos lançar até o final do ano de 2009 e a Genealogia da Família Marinho, ainda sem data prevista para seu lançamento. Esses trabalhos serão acrescidos de mais um importante ingrediente: A fotografia. Daremos, na medida do possível, uma fisionomia a cada pessoa. Isso certamente vai enriquecer a pesquisa genealógica, além de, dentro do possível, oportunizar aos leitores conhecer os rostos dos indivíduos catalogados.
Porém, além de tudo, consideramos de grande importância nesse trabalho, o destino dado a grande parte dos recursos obtidos com a venda do livro. A ajuda aos mais necessitados. Nossos beneficiários serão alguns daqueles abnegados que abrem seus corações e seus lares para amar e abrigar velhos esquecidos e crianças abandonadas. Esses anjos de bondade, apesar do pequeno salário, têm um grande espírito e um enorme desejo de servir ao próximo. São verdadeiros heróis anônimos por conseguirem, Deus sabe como, ganhando tão pouco, ajudar a tantos. E nós pretendemos, daqui por diante, fazer parte da vida e da solidariedade dessas pessoas.

Muito obrigado.

Nenhum comentário: